Profissionais buscam capacitação em oficina para reduzir taxa de mortalidade infantil

Entre esta terça-feira (11.07) e quinta-feira (13) profissionais da saúde de Cuiabá participam da Oficina da Estratégia QualiNeo do Ministério da Saúde, com o acompanhamento da Secretaria de Estado de Saúde.

A oficina visa capacitar os profissionais das maternidades Hospital Santa Helena, Hospital Universitário Júlio Muller, além de técnicos da Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá. A meta é reduzir a taxa de mortalidade neonatal (crianças com até 28 dias de vida), que atingiu 12,4% em Mato Grosso e é considerada alta em comparação com a média nacional, que é de 9, 11%.

Mato Grosso é um dos dez estados contemplados com a Estratégia, que oferta apoio técnico de forma sistemática, durante dois anos, e utilizará a plataforma FormSUS, para a coleta diária de dados sobre os nascidos nesses hospitais.

“Os hospitais selecionados foram Hospital Santa Helena, por ser referência no Método Canguru e pioneiro na implantação na Iniciativa Hospital Amigo da Criança - IHAC; e Hospital Geral Universitário e Hospital Universitário Júlio Muller, por serem instituições de ensino superior. Todos atuarão como multiplicadores do conhecimento para as demais maternidades existentes no Estado, visando capilarizar a Estratégia”, salientou Ademar Macaúbas, técnico da Área de Saúde da Criança/SES-MT.

"Durante a Oficina os profissionais trabalharão com casos clínicos reais de mortalidade neonatal, discutindo as possíveis causas e formas de preveni-las, o que possibilitará à Câmara Técnica de Mortalidade Neonatal da SES/MT a obtenção de dados mais fidedignos", explicou a técnica da Área Saúde da Criança da SES Janaína Vasconcellos.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, a mortalidade neonatal é responsável por 70% das mortes até cinco anos de idade. O Brasil foi um dos primeiros países a atingir a meta dos quatros objetivos de desenvolvimento do milênio (ODM), de redução da mortalidade infantil em dois terços, até 2015. De 1999 até 2014, a mortalidade de crianças com menos de cinco anos foi reduzida em mais de 77%.

O período neonatal está vinculado aos cuidados com a gestação, o nascimento e o acompanhamento pós-parto do recém-nascido. Essa fase implica em avançar na atenção primária com foco na melhoria da assistência à gestante e à criança.

A Oficina será realizada na Escola do Tribunal de Contas do Estado, onde também acontecerá a solenidade de assinatura, pelos três entes (Secretaria de Estado de Saúde, Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá e maternidades) do Termo de Responsabilidade, para a realização de ações estratégicas que atuarão na redução da Mortalidade Neonatal, evidenciando o compromisso da Secretaria de Estado de Saúde com o fortalecimento da atenção à saúde das crianças mato-grossenses.

Rose Velasco | SES-MT

Nenhum comentário: